Conheça a importância da recuperação ecológica desenvolvida pela empresa de Michel Terpins

O famoso “Desafio de Bonn” consiste em uma iniciativa ecológica internacional, firmada no ano de 2011 com o objetivo de recuperar uma área de 150 milhões de hectares desmatadas até 2020, e outros 200 milhões de hectares até o ano de 2030. No caso específico da América Latina e região do Caribe, os governantes assumiram a responsabilidade de restaurar ao menos 20 milhões de hectares, adotando assim o plano 20×20.

Ao todo, o planeta possui aproximadamente dois bilhões de áreas desmatadas, havendo, portanto, uma vasta quantidade de hectares degradados para serem restaurados. De acordo com os irmãos Michel Terpins e Rodrigo Terpins, que são sócios da empresa de reflorestamento, Floresvale, o que muitos não imaginam é que essa atividade, além de fazer a diferença para o meio ambiente, ainda pode ser lucrativa.

Segundo uma das diretoras da Society for Ecological Restoration, Bethanie Walder, apostar na recuperação ecológica é uma iniciativa vantajosa tanto no viés ecológico, como também no econômico. Em relação a esse tema, o World Resources Institute (WRI) estima que cerca de US$ 1,15 bilhão tenham sido investidos no plano 20×20 até o momento, dinheiro esse que pode trazer até US$ 23 bilhões de dividendos no decorrer dos próximos 50 anos, noticia Michel Terpins.

Para o “Desafio de Bonn” e o plano 20×20, o Brasil já declarou que planeja recuperar, reflorestar e incentivar a regeneração natural de uma área de 12 milhões de hectares até o ano de 2030. Com isso, o país deverá cumprir o que foi estabelecido pelo Acordo do Clima de Paris, um dos principais tratados ecológicos em âmbito internacional já firmados.

Um dos principais objetivos do Acordo do Clima de Paris é reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera, ação responsável pelo conjunto de mudanças climáticas que estão acontecendo no planeta, informa Michel Terpins. Isso significa que, ao restaurar áreas desmatadas, além de ser saudável para o ambiente, também irá ajudar na neutralização das constantes mudanças climáticas.

Porém, apesar de sua grande importância, até hoje muitas pessoas ainda não sabem o que é a recuperação ecológica. De acordo com a definição da Sociedade para a Restauração Ecológica, essa atividade consiste no processo de ajuda à recuperação de um ecossistema destruído ou danificado, reporta Michel Terpins. Em suma, essa iniciativa exerce um papel essencial para a reversão da perda da biodiversidade na Terra, sendo assim algo importante para a segurança da vida animal e, é claro, da vida humana.

A empresa Floresvale Reflorestamento surgiu no ano de 2009, e desde então vem atuando no manejo das florestas de eucalipto na região do Vale do Paraíba, que engloba os estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. A companhia, que tem entre seus sócios Michel Terpins e Rodrigo Terpins, é considerada atualmente como a maior de base florestal com foco na madeira sólida do eucalipto nessa região.

Entre as atividades da empresa, a Floresvale trabalha em prol de um polo madeireiro mais sustentável, com uma área de mais de quatro mil hectares de florestas manejadas, fazendo uso do excelente potencial para restauração ecológica dessa região.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *